adriano antonio
CapaCapa TextosTextos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Âmago

Foi quando entrei
atônito, insólito e ansioso
por um desejo doce,
e permaneci naquele quarto:
certa dor invadiu o meu peito.

'Que saudades, tia! Imensas saudades da senhora!'
Ao meu lado, retalhos,
máquinas de costura e sua lembrança
na placa inscrita de sua lápide.

Segurei o metal não muito pesado
por um instante, e o tempo parou;
crianças brincavam alvoroçadas
por toda casa.
Só o silêncio me tomava por inteiro,
naquele quarto, naquele domingo
intenso e desafiador.
Adriano Antonio
Enviado por Adriano Antonio em 23/10/2016
Alterado em 07/03/2017

Música: -

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários